Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Deputados socialistas questionam Autoridade de Supervisão de Seguros sobre denúncia de apólices de vida
INSERIDO EM 2018/01/09

Os deputados socialistas eleitos pelos Açores questionaram hoje a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões sobre a denúncia pela seguradora Açoreana de apólices de seguros de vida associados ao crédito à habitação de ex-clientes do Banif, na sequência de várias queixas que os lesados fizeram chegar

Na pergunta, Carlos César, Lara Martinho e João Castro, recordam que, quando da fusão entre as seguradoras Tranquilidade, Logo e Açoreana, em Dezembro de 2016, foi garantido em comunicado publicado no site da companhia que “as marcas manteriam “a sua identidade própria” e o processo “não tem qualquer impacto nos clientes”".

 

“A realidade parece estar a ser diferente do que se disse à época”, consideram os deputados do PS, lembrando que “alguns ex-clientes do Banif estão a ser notificados da denúncia da apólice de seguro de vida associado ao seu Crédito à Habitação, situação que se pode tornar muito penalizadora e onerosa para os clientes”.

 

“Segundo a informação que chegou ao Grupo Parlamentar do Partido Socialista, por clientes visados por esta missiva, estão a ser denunciadas apólices, situação esta que pode penalizar os clientes uma vez que ao fazer o seguro noutra companhia, não refletindo nos prémios as bonificações por antiguidade e considerando o agravamento pelos motivos de saúde, os prémios de seguro serão agora muito mais caros”, alertamos parlamentares, dando ainda conta de que aos deputados do PS “chegou também a informação de que existem clientes aos quais as respetivas apólices estão a ser renovadas”.

 

Os socialistas eleitos pelo Açores pretendem saber se a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões teve conhecimento da decisão de denúncia destas apólices, bem como se “conhece os motivos e a legalidade que sustenta a dualidade de critérios que existiu na tomada de decisão de denunciar as apólices a apenas alguns clientes”.

 

Os deputados querem também saber “que alternativas poderão ser dadas aos clientes que virem os seus prémios de seguro muito agravados e principalmente aos que já não conseguirem subscrever um seguro noutra companhia de seguros”.

 

Os socialistas açorianos solicitaram também uma reunião à Deco para analisar a legalidade deste processo de denúncia de contratos. 

Fonte : PS/Açores
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player