Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Governo Regional entrega no Parlamento documento com contributos dos AÁores para o futuro da PAC půs
INSERIDO EM 2018/03/22

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou esta quarta feira na Horta, que será entregue na Assembleia Legislativa o documento com os contributos dos Açores para o futuro da Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020.

 

“Para que não restem quaisquer dúvidas em relação ao posicionamento do Governo, argumentos e visão global sobre o futuro da PAC farei chegar a esta Assembleia os contributos da Região para a revisão da PAC pós 2020”, afirmou João Ponte, no encerramento de um debate sobre a produção de leite e lacticínios nos Açores e a estratégia pós 2020.

 

O documento, que resulta dos contributos recebidos de vários membros do Conselho Regional de Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, com destaque para a Federação Agrícola dos Açores, defende a necessidade de uma PAC mais forte, capaz de responder aos desafios do setor agrícola na Região.

 

João Ponte já teve a oportunidade de entregar o documento ao Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e no gabinete do Comissário Europeu de Agricultura, em Bruxelas.

 

Para o governante açoriano, há desafios a vencer no imediato e no pós 2020, salientando a capacidade dos agricultores em resistir e continuar a produzir com qualidade, mesmo em períodos de crise.

 

O Secretário Regional reiterou ainda que o Governo dos Açores está a trabalhar, em colaboração com as associações e cooperativas, na afinação da estratégia que permite em cada momento dar as melhores respostas ao setor leiteiro.

 

“O Plano e Orçamento, o Programa do Governo, o PRORURAL+, o POSEI e os diferentes programas regionais de apoio ao setor espelham bem a nossa estratégia para o futuro da agricultura nos Açores”, disse João Ponte, acrescentando que passa por melhorar o rendimento dos agricultores e garantir a sustentabilidade do setor.

 

A qualidade, a inovação, os novos mercados e a valorização, segundo João Ponte, mais do que chavões são desafios para os quais todos os agentes devem estar mobilizados e a que a próxima PAC deve dar resposta cabal.

Fonte : Gacs
Recordar é viver

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player