Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Atuneiros com mais de 20 metros v„o ter limite de captura de 25 toneladas de patudo por cada perŪodo
INSERIDO EM 2018/06/27

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou hoje, em Ponta Delgada, que, a partir de segunda-feira, 2 de julho, as embarcações atuneiras a operar na Região vão ter como limite máximo de captura de patudo 25 toneladas por cada período de quatro dias.

Gui Menezes salientou que, numa perspetiva de valorização desta espécie de atum, o Governo Regional, em concertação com a APASA – Associação de Produtores de Atum e Similares dos Açores e a Federação das Pescas dos Açores, “decidiu que os barcos maiores, com capacidade de refrigeração, a partir de segunda-feira, só vão poder descarregar 25 toneladas de patudo de quatro em quatro dias”.

 

O Secretário Regional, que falava aos jornalistas à margem de uma visita ao Entreposto Frigorífico de Ponta Delgada, frisou que estas descargas “não podem exceder 20% do atum patudo mais pequeno”, ou seja, com peso inferior a 10 quilos.

 

“Houve uma altura em que os barcos traziam quantidades maiores [de patudo] e estavam a provocar algum distúrbio no mercado”, referiu, acrescentando que “a qualidade do peixe não era a que se pretendia”.

 

Neste sentido, e para fazer face ao volume de capturas desta espécie que se tem registado na Região, será publicada quinta-feira, 28 de julho, uma portaria que regula o exercício da pescaria pelos atuneiros, para que, “até ao final do consumo da quota, possamos valorizar ao máximo o patudo que está a ocorrer nos Açores”.

 

Gui Menezes salientou que “Portugal se aproxima do limite da quota disponível para a captura de atum patudo”, adiantando que foram capturadas cerca de três mil toneladas, que correspondem a 82% da quota.

 

“Está a ser um ano bom de atum, finalmente, depois de alguns anos com fracas safras”, afirmou, acrescentando que, para além do patudo, "o atum bonito também já começa a entrar [nas águas açorianas]”.

 

“Espera-se que nos próximos meses haja também atum bonito para alimentar as nossas conserveiras”, referiu.

 

Gui Menezes salientou que o Entreposto Frigorífico de Ponta Delgada está agora “a ser testado nas suas máximas capacidades”, acrescentando que é uma infraestrutura que tem “excelentes condições para armazenar atum”.

 

O Secretário Regional lembrou ainda que o Governo dos Açores vai proceder a obras nos entrepostos da Madalena, no Pico, e da Horta, no Faial.

 

Relativamente ao Entreposto Frigorífico da Horta, adiantou que “se prevê que o projeto da obra esteja concluído em julho e que a sua revisão aconteça em agosto para que em setembro se dê início ao procedimento dos concursos públicos”.

 

Questionado sobre o alegado incumprimento da lei das 15 milhas por atuneiros ao largo da Santa Maria, Gui Menezes afirmou que os “barcos têm MONICAP, um sistema que permite uma monitorização via satélite, e não foi registada nenhuma ocorrência de infração”.

Fonte : Gacs
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player