Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Plano Apícola nos Açores concluído até ao final do ano, anuncia João Ponte
INSERIDO EM 2018/10/29

O Secretário Regional da Agricultura, João Ponte anunciou que o Plano Apícola dos Açores ficará concluído até ao final do presente ano.

Até ao final deste ano o Plano Apícola estará concluído. Posteriormente será remetido a todas as associações, cooperativas e restantes parceiros, para que se possam pronunciar e darem os seus contributos”, afirmou João Ponte, na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da CASERMEL – Cooperativa de Apicultores e Sericultores de São Miguel, que decorreu na sexta-feira no concelho da Ribeira Grande.

 

O governante adiantou que o Plano Apícola será um documento estratégico, que está a ser elaborado por um grupo de trabalho, identifica quatro objetivos, que passam por assegurar e promover a sanidade agrícola, promover a partilha de formação e de conhecimento técnico-científico, promover e fortalecer o associativismo de modo a favorecer a dinamização e inovação no setor apícola e, por último, fomentar a promoção dos produtos e encontrar novos mercados.

 

João Ponte assegurou, ainda, que depois de concluído o Plano Apícola, o Governo Regional vai avançar com uma alteração ao Decreto Legislativo Regional, que regula a atividade apícola, de modo a adequa-lo à realidade e às necessidades do setor, senod que esta alteração legislativa que se pretende aplicar à atividade apícola será precedida de um “amplo debate”, envolvendo as associações, cooperativas e apicultores, para se tentar consensualizar posições.

 

Atualmente existem nos Açores 364 apicultores.

 

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas apelou à união de esforços, com vista ao contínuo fortalecimento do setor apícola nos Açores, melhoria da sanidade animal, da qualidade e da quantidade do mel produzido e referiu que “não devem permanecer dúvidas nos consumidores quanto à qualidade do mel dos Açores e às garantias de segurança alimentar".

 

“A certificação do mel dos Açores, como Denominação de Origem Protegida (DOP), é um fator diferenciador, que atesta a sua qualidade e representa um potencial de valorização que pode ser melhor aproveitado, com uma maior articulação entre as associações e cooperativas existentes”, considerou João Ponte.

Fonte : Gacs
Programa matinal com muita música portuguesa (principalmente açoriana). Informação local, entrevistas, reportagens e passatempos ...  De segunda a sexta-feira das 8h00 ás 11h00 … disfrute da nossa companhia e faça  amigos no Bom dia Açores !
Bom Dia Açores

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player