Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Governo apoia setor agrícola para mitigar aumento dos preços e diminuir necessidades de importação
INSERIDO EM 2022/04/13

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, anunciou hoje um conjunto de apoios ao setor agrícola desenhadas para mitigar o aumento dos custos de produção e reduzir as necessidades de importação neste campo.

O objetivo, sublinhou o governante, é atenuar os efeitos da guerra na Ucrânia nos preços à indústria e aos consumidores e, simultaneamente, garantir uma maior “autonomia alimentar” nos Açores.

 

José Manuel Bolieiro falava após se ter reunido esta manhã com o Presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, encontro em que também esteve presente o Secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura.

 

Uma das medidas anunciadas passa pela ajuda às sementeiras neste ano, que decorrem até junho, e terão apoios de 80% na compra de sementes, milho, soro para a silagem e para a produção de grão, seja para “produzir farinhas, como para integrar as rações” e, desse modo, reduzir as necessidades de importação nesta área, detalhou o Presidente do Governo.

 

Para além disso, o Governo dos Açores voltará a não realizar rateios no quadro do POSEI e do Prorural+, “opção pioneira” já tida nos Açores e que “tem representado um enorme sucesso”.

 

É também intenção do Executivo aumentar as áreas para a produção de alimentos para os animais - atualmente existem cerca de 13 mil hectares para milho de silagem, 278 hectares de produção de soro e dez hectares para a produção de milho de grão, informou o Presidente do Governo.

 

José Manuel Bolieiro defendeu ainda que os Açores devem receber no “mínimo” 7% do valor total – 9,1 milhões de euros - atribuído a Portugal pela Comissão Europeia no âmbito da reserva de crise da agricultura.

 

“Queremos, obviamente, que a Região Autónoma dos Açores seja incluída e receba deste envelope da reserva de crise para Portugal uma percentagem”, considerou, falando do pacote, fechado em Bruxelas, de 500 milhões de euros para os produtores agrícolas mais afetados pela guerra na Ucrânia.

 

Estas medidas surgem num momento em que se verificam aumentos de 30% nos preços das rações, de 300% nos fertilizantes, 30% nos equipamentos e 55% nos combustíveis.

 

O Presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, valorizou as medidas anunciadas pelo Presidente do Governo, destacando que o Executivo açoriano está a ir além dos apoios da República e dos Estados-Membros da União Europeia.

Fonte : Portal do Governo dos Açores
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Música variada

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2020
Todos os direitos reservados