Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Zona Marítima dos Açores tem novo comandante
INSERIDO EM 2022/06/28

O novo comandante da Zona Marítima dos Açores, Conceição Lopes, reforçou a necessidade de “garantir a proteção" do mar açoriano atrav&e

“O mar dos Açores é um espaço marítimo imenso, onde se desenvolve uma multiplicidade de atividades económicas, alicerce de vida das famílias açorianas e um espaço de inestimável valor em Portugal”, declarou o capitão-de-mar-e-guerra, na cerimónia que decorreu no depósito POL NATO, em Ponta Delgada.
 
O novo responsável pelo comando da Zona Marítima dos Açores realçou a importância de “assegurar a permanente prontidão” dos dispositivos destinados à “vigilância e fiscalização” e à “busca e salvamento marítimo”.
 
“Importa garantir a sua proteção [do mar] e a defesa através de uma monitorização e controlo permanentes das atividades conduzidas nesta vastidão de mar. Tudo isso representa inúmeros desafios que aconselham uma atuação prudente, mas eficaz”, afirmou.
Conceição Lopes evocou ainda as atividades que decorrem no espaço marítimo açoriano.
 
“O mar dos Açores é pesca. São transportes marítimos. São portos, marinas e infraestruturas. É turismo. É a atividade marítima turística. É desporto e lazer. É exploração de inertes e mineração do oceano profundo”, assinalou.
 
E prosseguiu: “É biotecnologia e ciências marinhas. É monitorização e conservação ambiental. São áreas protegidas. É formação e emprego marítimo. É cultura. É combate à poluição e lixo marinho. São atividades balneares. É educação. É proteção costeira. É resiliência às alterações climáticas”.
 
O capitão-de-mar-e-guerra, que também assume as funções de chefe do departamento marítimo dos Açores e de comandante da Polícia Marítima do arquipélago, disse querer ainda “promover a aproximação da marinha aos açorianos”.
 
“O desafio que se me coloca tem a dimensão do mar açoriano, revelando-se vasto, complexo e exigente, mas rico em oportunidades para potenciar a colaboração e contribuição para a segurança e desenvolvimento de Portugal e da Região Autónoma dos Açores”, assinalou.
Na ocasião, o comandante cessante, o comodoro Rafael Rodrigues Pinto, destacou a taxa de eficácia “acima dos 99%” nas operações de salvamento marítimo durante os últimos três meses, período em que liderou a Zona Marítima dos Açores.
 
“No âmbito do salvamento marítimo, continuamos a garantir a salvaguarda da vida humana no mar na área de Santa Maria, tendo sido durante os últimos três meses salvas 61 vidas no decorrer de 50 ações de busca e salvamento”, assinalou.
 
Após três meses em funções, Rafael Rodrigues Pinto deixou o comando da Zona Marítima dos Açores para integrar o comando marítimo da NATO, em Northwood, Inglaterra.
Fonte : Lusa AO Online
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2020
Todos os direitos reservados