Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Formação de trabalhadores no ativo e criação de emprego estável com novas medidas nos Açores
INSERIDO EM 2018/11/27

O Vice-Presidente do Governo anunciou hoje, na Horta, a implementação nos Açores, em 2019, de um pacote de novas medidas de reforço da formação de trabalhadores empregados e de fomento à criação de mais emprego e mais estável, assim como de apoios inéditos à mobilidade de recursos humanos entre as ilhas do arqui

“O Governo dos Açores vai reforçar ainda mais a execução de políticas capazes de aumentar as condições de empregabilidade dos Açorianos, independentemente das suas idades, percursos de vida ou habilitações académicas e competências, porque não deixamos ninguém para trás”, afirmou Sérgio Ávila na intervenção inicial do debate das propostas de Plano e Orçamento para 2019.

 

“Apesar da atual tendência de aumento contínuo e consistente do emprego” e da Região ter hoje o maior número de Açorianos empregados dos últimos 10 anos, devido ao dinamismo da economia e ao elevado investimento privado, o Vice-Presidente afirmou que o Governo não se dá por satisfeito.

 

Nesse sentido, o titular da pasta da Qualificação Profissional anunciou a criação do programa 'Inovar', que vai tornar mais eficaz a integração no mercado de trabalho de todos os jovens desempregados dos 18 aos 29 anos de idade, que tenham a escolaridade obrigatória e estejam inscritos há mais de 100 dias nas agências para a Qualificação e Emprego dos Açores, através da “formação em contexto de trabalho e em setores definidos como estratégicos para o desenvolvimento da Região”.

 

Sérgio Ávila anunciou também que o Governo dos Açores vai implementar em 2019 o programa 'MOVEMPREGO', com o objetivo de contribuir “para a mobilidade interna de recursos humanos, a coesão territorial e o aumento da competitividade das empresas em todas as ilhas”.

 

O governante adiantou que, no âmbito desta medida, vai ser “atribuído um apoio nos primeiros seis meses de deslocação, que será majorado perante critérios como a idade e o setor de atividade onde a pessoa for trabalhar, incentivando a deslocação para as ilhas com menor população e carenciadas de trabalhadores com determinadas competências e formação específica”.

 

“Com o crescimento da economia e o aumento da oferta de emprego, encontram-se reunidas as condições para que os Açorianos que concluam os programas de inserção socioprofissional, vulgo programas ocupacionais, sejam cada vez mais contratados pelas empresas, cooperativas ou entidades sem fins lucrativos”, afirmou o Vice-Presidente.

 

Para facilitar essa integração nas empresas, Sérgio Ávila revelou que o Governo dos Açores vai implementar o Plano de Estágios Profissionais de Integração Contínua.

 

A medida prevê estágios intensivos de curta duração, remunerados, em fases de época baixa, de forma a capacitar os beneficiários das competências adequadas às necessidades reais das empresas, que ficarão obrigadas a contratar, pelo menos, metade dos estagiários, podendo para o efeito beneficiar dos apoios existentes à contratação e à criação de emprego.

 

O Vice-Presidente revelou também que o Governo Regional vai reforçar no próximo ano o investimento na formação e qualificação dos trabalhadores açorianos, através de um novo programa de formação dos ativos das empresas, que vai disponibilizar “2,2 milhões de euros para financiar a formação e qualificação de 18.000 Açorianos que já se encontram a trabalhar”.

 

Sérgio Ávila destacou ainda que, através dos apoios às empresas inscritos nos programas ELP Conversão e ELP Contratação, estima-se que no próximo ano sejam criados mais 690 contratos de trabalho permanentes e sem termo, reforçando a estabilidade e reduzindo a precaridade do emprego.

 

“A criação do próprio emprego foi e é também um mérito de muitos Açorianos que recorreram, e bem, aos mecanismos e aos incentivos colocados à sua disposição pelo Governo, como é o caso do programa CPE Premium”, afirmou o governante, adiantando que o Executivo pretende com esta medida apoiar, só no próximo ano, a criação de 100 novas empresas ou próprios empregos.

Fonte : Gacs
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player