Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Governo dinamiza artesanato dos AÁores, que jŠ representa um investimento de 1,9 ME em cinco anos
INSERIDO EM 2018/12/03

O Diretor Regional do Apoio ao Investimento e Competitividade Empresarial salientou, em Ponta Delgada, a aposta e o investimento promovido pelo Governo dos Açores para a dinamização do artesanato em todas as ilhas do arquipélago.

“Através do Sistema de Incentivos ao Desenvolvimento do Artesanato (SIDART), foram apoiados 636 projetos nos últimos cinco anos, com um investimento global de cerca de 1,9 milhões de euros, a que correspondeu uma comparticipação financeira do Governo de mais de um milhão de euros”, afirmou Ricardo Medeiros.

 

O Diretor Regional falava quinta-feira na abertura do Festival de Artesanato dos Açores – PRENDA, evento promovido pelo Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), que decorre até domingo.

 

“As medidas que têm sido desenvolvidas para o setor do artesanato estão plenamente integradas e alinhadas com as políticas em matéria de economia do Governo dos Açores”, frisou, sublinhando que “uma importante aposta do Governo, de articulação e de apoio aos empresários açorianos, se concretiza através de sistemas de incentivos e de fomento do investimento privado que, como não poderia deixar de ser, se interligam com o grande desígnio da criação de emprego”.

 

Ricardo Medeiros destacou que, no âmbito do Competir+, tem sido dado “especial ênfase aos projetos dirigidos à produção de bens transacionáveis, inseridos em cadeias de valor associadas a recursos endógenos, a serviços de valor acrescentado e ao turismo".

 

“De acordo com os dados que temos e que são públicos, os empresários e as empresas privadas têm vindo a investir de forma significativa, aproveitando as condições e os apoios disponibilizados pelo Governo dos Açores”, afirmou, considerando que “isso revela confiança no crescimento da economia da Região”.

 

O Diretor Regional do Apoio ao Investimento e Competitividade Empresarial recordou que, no caso concreto do artesanato, existe uma variedade de apoios, desde projetos de investimento a participação em feiras, bem como projetos de qualificação e inovação de produção artesanal.

 

“Pretende-se o desenvolvimento sustentável da atividade artesanal regional, de forma articulada, como reforço da competitividade deste setor de atividade e criação de postos de trabalho”, disse Ricardo Medeiros, frisando “o caráter inovador e a importância que o artesanato tem ganho no atual contexto de desenvolvimento económico dos Açores".

Fonte : Gacs
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player