Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Proteção Civil tem novo regulamento de cursos de formação para bombeiros voluntários, revela Rui Luís
INSERIDO EM 2019/01/24

O Secretário Regional da Saúde revelou, em São Jorge, o novo regulamento de cursos e ações de formação para bombeiros voluntários, no âmbito do ingresso, acesso e formação especializada.

Rui Luís, que falava quarta-feira à margem de uma ação de formação inicial para bombeiros voluntários da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Calheta, salientou que se trata de um documento regulador, que traz uma melhoria na reorganização e funcionamento da oferta formativa ministrada aos corpos de bombeiros dos Açores.

 

“Trata-se de um instrumento crucial para a definição das normas e tipologias de formação dentro da carreira de bombeiro voluntário, que terá certamente reflexos na aquisição de conhecimentos e na eficácia do cumprimento da missão das corporações”, frisou o titular da pasta da Proteção Civil.

 

O regulamento estabelece a tipologia de formação destinada aos bombeiros dos quadros de comando e ativo dos corpos de bombeiros pertencentes às associações humanitárias de bombeiros voluntários.

 

A formação adquirida nos cursos e módulos realizados pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) é exigida para a nomeação em cargos de comando, para o ingresso nas carreiras de oficial bombeiro, bombeiro e bombeiro especialista.

 

Relativamente às alterações introduzidas, Rui Luís apontou benefícios como um processo formativo mais aliciante, a orientação do conhecimento para a categoria e responsabilidade operacional do bombeiro voluntário e uma formação especializada adaptada às situações complexas e, por outro lado, à casuística.

 

“Partindo das condicionantes próprias do recrutamento de novos voluntários, pretendeu-se manter a capacidade de resposta e evoluir no desenvolvimento da formação do bombeiro, evoluindo assim nas capacidades instaladas para intensificar a atenção dirigida ao cumprimento das missões de socorro”, sublinhou o Secretário Regional.

 

O documento levou em conta as necessidades veiculadas pelos comandos das associações humanitárias de bombeiros voluntários e a auscultação e aprovação pelo Conselho Regional de Bombeiros.

 

“Foi de extrema importância ouvir a experiência adquirida pelos corpos de bombeiros para a implementação do processo formativo, tendo em atenção a realidade social com que se deparam, associada à descontinuidade geográfica da nossa Região”, frisou Rui Luís.

 

Este novo regulamento prevê ainda a colaboração de entidades externas com competência em áreas técnicas específicas para complemento da oferta formativa.

 

O recurso a formação externa poderá ser solicitado pelo SRPCBA à Escola de Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, à Escola Nacional de Bombeiros ou ao Instituto Nacional de Emergência Médica.

 

No arranque da ação de formação inicial para bombeiros voluntários da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Calheta, Rui Luís reiterou o reforço de formações da Proteção Civil em 2019.

 

“Teremos um aumento do número de cursos destinados às corporações, prevendo-se um total de 125 ações de formação, com a novidade de introduzirmos uma nova formação para as equipas de busca e resgate em estruturas colapsadas”, adiantou.

 

Em 2018, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores realizou um total de 114 ações de formação, abrangendo mais de 1.100 formandos.

Fonte : Gacs
A sua companhia neste dia de descanso ...
Sem fronteiras

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player