Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Início | Clube | Rádio | Informação | Rally | Contatos
Eleições Legislativas Nacionais: PS vence sem maioria absoluta
INSERIDO EM 2019/10/07

O PS venceu as eleições legislativas de domingo com 36,65% dos votos e 106 deputados eleitos, segundo os resultados finais provisórios. 

 
 

De acordo com dados da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral, o PSD foi o segundo partido mais votado, com 27,90% dos votos e 77 deputados.

Elegeram ainda deputados para a Assembleia da República BE (9,67% dos votos e 19 deputados); CDU (6,46% e 12 deputados); CDS-PP (4,25% e 5 deputados); PAN (3,28% e 4 deputados); Chega (1,30% e 1 deputado); Iniciativa Liberal (1,29% e 1 deputado) e Livre (1,09% e 1 deputado).

O PS venceu sem maioria absoluta, para a qual precisaria de, pelo menos, 116 deputados.

Estão ainda por apurar quatro deputados, dois pelo círculo eleitoral da Europa e dois pelo círculo fora da Europa.

O PS repetiu este domingo nos Açores a vitória nas legislativas de 2015.

 

 O PSD obteve 2 mandatos  na Assembleia da República, tal como aconteceu em 2015, quando mesmo com a vitória da então coligação PSD/CDS-PP a nível nacional, os socialistas foram na região autónoma os mais votados.

Os primeiros lugares na lista deste ano do PS nos Açores são preenchidos por Isabel Rodrigues - que substituiu Carlos César, que na legislatura que agora termina foi líder parlamentar -, e por dois repetentes no parlamento português: Lara Martinho e João Castro.

Já o PSD apresentou Paulo Moniz  e António Ventura, que repete a presença na Assembleia da República que já havia conquistado em 2015, então com Berta Cabral a liderar a lista 'laranja' nos Açores.

Em 2015, o PS teve 40,37%, caindo este ano para os 40,06%; os sociais-democratas desceram de 36,06% para 30,21%, e o Bloco de Esquerda consolidou hoje o terceiro lugar na região, crescendo em termos percentuais, de 7,81% para 7,97% dos votos.

Quem também subiu nos Açores, ao contrário do que se verificou a nível nacional, foi o CDS-PP, com a estrutura regional liderada por Artur Lima a crescer de 3,90% para 4,80% - na região. Em 2015, o partido concorreu coligado com o PPM e não com o PSD, tendo avançado este ano sozinho na corrida à Assembleia da República.

A CDU manteve sensivelmente a mesma percentagem (2,47% em 2015, 2,45% agora) e o PAN seguiu no arquipélago a tendência nacional, avançando de 0,87% para 2,65%.

Das nove ilhas açorianas, apenas uma teve maioria do PSD: a do Pico, ilha do antigo líder da estrutura açoriana social-democrata, Duarte Freitas.

O PS é liderado nos Açores por Vasco Cordeiro, também presidente do Governo Regional.

Já o PSD tem Alexandre Gaudêncio, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, como líder da estrutura regional.

Os Censos de 2011 davam conta de uma população de 246.772 residentes nos Açores, com os dados oficiais a indicarem 227.182 votantes possíveis na eleição de hoje.

A abstenção na região foi de 63,55%, tendo votado 82.806 eleitores, indicam os mesmos dados.

Na ilha de Santa Maria a vitória também sorriu ao PS.

Em todas as 5 freguesias o PS saiu vencedor. Neste ato eleitoral o PS obteve 46,37%, o PSD 24,93% e o BE foi a terceira força politica mais votada nesta ilha com 10, 19% dos votos.

Fonte : Açoriano Oriental
Música variada ... para retribuir a sua companhia    Asas do Atlântico   .... a sua rádio !
Playlist Asas

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Santamariaazores
© Clube Asas do Atlântico - 2015
Todos os direitos reservados

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player